Publicidade: guannará
Publicidade: am
Publicidade: post
Publicidade: op
Publicidade: divulgue
Publicidade: odonto
Publicidade: ondotopartodos
Capanema - PA, 12 de Dezembro de 2017 -- Publicado em: 19/01/2016 às 15:54:35
El Niño provoca estiagem e chuvas em todo o Pará

 

Belém, o sul e o sudeste do Pará e o arquipélago do Marajó são locais onde devem ocorrer chuvas com mais frequência nos próximos dias, segundo informou, ontem, o 2º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Já nas regiões nordeste e oeste do Estado, o tempo continuará seco, com poucas chuvas, melhorando apenas a partir do próximo dia 25 e se intensificando em fevereiro. 

Segundo o coordenador do 2º Distrito do Inmet, José Raimundo Abreu de Souza, de 15 até ontem choveu mais de 110 milímetros em Belém. A previsão é de que o índice pluviométrico chegue perto de 385 milímetros.
A consequência das chuvas, com a subida da maré, na capital paraense, foi o alagamento de alguns pontos da cidade, como as ruas próximas ao Ver-o-Peso. Segundo o meteorologista, as pancadas de chuvas ocorrem em locais distintos da cidade, sendo algumas intensas e outras fracas. E as intensas acabam provocando os alagamentos. 

Ele ainda explica que no nordeste e oeste do Pará o tempo está bem seco por causa do fenômeno El Nino que provocou uma distribuição irregular de chuvas. 

Ele garante, contudo, que em fevereiro as chuvas devem cair sobre essas regiões, o que será bom para os agricultores. “Belém tem previsão de chuva de fraca intensidade, mas vamos ter chuvas. O mesmo ocorre em cidades como Breves e Conceição do Araguaia. E temos regiões secas, como a área do Salgado, com Salinas, Bragança, Marudá, Marapanim. Também tem pouca chuva em Rondon do Pará, Paragominas. A região mais seca é a do oeste do Pará. Inclusive, muitos agricultores estão perguntando se poderiam plantar, porque não está chovendo e estão preocupados. Santarém, Porto de Moz, Belterra, Monte Alegre. Tudo porque o fenômeno El Niño está bem ativo e causando uma seca intensa. Mas a previsão é de que a partir de 25 de janeiro ocorram chuvas com mais frequência no oeste do Pará, para a tranquilidade de agricultores e produtores rurais que querem plantar”, assegura. 

O meteorologista acrescenta que, na Ilha do Marajó, na região próxima à cidade de Breves, há muitas pancadas de chuva. “Mas dentro da normalidade. No sul e sudeste paraense tem chovido muito. Em Tucuruí também deve chover. Durante um dia caiu uma chuva de 184 milímetros em Tucuruí e deve chover mais”, informa. 

Mas, segundo prevê o Inmet, 50% do Pará está seco. “Normalizou apenas no sul e sudeste do Pará. Mas o nordeste e oeste estão com baixos índices pluviométricos. Apenas em fevereiro deve melhorar”, afirma. 

FONTE ORM 

+Fotos

Você pode fazer seu comentário identificando-se com seu perfil no Facebook, Yahoo, AOL e Hotmail

Atenção: Os comentarios são de inteira responsabilidade de seus autores

veja também

Exibindo Notícia(s) de 1 a 15 | Total de Registros: 2753
« Anterior | 1|2|3|4|5|6|7|8|9|10|11|12|13|14|15|16|17|18|19|20|21|22|23|24|25|26|27|28|29|30|  Próxima »
  • Parceiros

    2005 - 2013 © Recuse imitacoes - Site Oficial de Bragança-PA

    Contatos: Contatos : (91) 99839-1081 / 98093-9265/ portabragantino@gmail.com

    Início · Coberturas · Social · Agenda · Noticias · Portal Top Model · Dj's · Anuncie · Abra um portal em sua cidade · Contatos